Estudo mostra o elo entre recessão e mortalidade

A recessão de 2012-16 no Brasil provavelmente contribuiu para os aumentos observados na mortalidade. (Reprodução)
O desemprego pode ser associado a mais de 30 mil mortes entre 2012 e 2017 no Brasil. É o que diz uma pesquisa publicada em 1° de novembro de 2019 pela revista científica The Lancet Global Health, que relacionou a recessão registrada no país com o quadro de mortalidade no período de crise. O estudo foi realizado por sete pesquisadores do Brasil e do Reino Unido que atuam na área de saúde e de economia.

Referências:  

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2214109X19304097

https://www.thelancet.com/journals/langlo/article/PIIS2214-109X(19)30409-7/fulltext

https://www.nexojornal.com.br/entrevista/2019/11/24/O-elo-entre-recess%C3%A3o-e-mortalidade-segundo-este-economista

https://jornalggn.com.br/economia/estudo-mostra-que-em-cinco-anos-recessao-economica-provocou-31-mortes-no-brasil/

https://oglobo.globo.com/economia/estudo-inedito-atribui-31-mil-mortes-no-brasil-efeitos-da-recessao-24017832

https://www.conass.org.br/the-lancet-a-recessao-economica-no-brasil-resultou-em-um-numero-maior-de-mortes-em-populacoes-vulneraveis/

https://cnts.org.br/noticias/recessao-resultou-na-morte-de-mais-de-30-mil-brasileiros-diz-pesquisa-internacional/

VerOcultarComentários
Cancel