-->

O fingidor

O fingimento. (Reprodução)
A partir de agora, está claro que o corno quarentenista trabalha para a criminalidade esquerdista e não para o Brasil, pois: 

- Finge que não existe a Cloroquina e seu histórico de sucessos; 

- Finge que não existem inúmeros cientistas e médicos especializados indicando o isolamento vertical; 

- Finge que não existem comparativos provando a baixíssima letalidade do Covid-19; 

- Finge que não existem fatos absolutamente claros e graves da quebra da economia e aumento da violência por conta da histeria e da paralisação; 

- Finge que é normal o estado policial e as organizações político-mafiosas passando por cima das leis e atacando o presidente; 

- Finge que acredita na culpa do presidente por ele se defender da máfia política; 

- Finge acreditar que está preocupado com a vida e o combate ao vírus, quando está feliz com o caos que se instala, pois esse caos pode ajudar a esquerda a voltar ao poder. 

- Finge acreditar que lida com negacionistas quando os fatos acima são elencados.

Referências:

https://www.facebook.com/marco.frenette/posts/10216964538160983

VerOcultarComentários
Cancel