Testemunhas de Jeová e o Abuso Sexual de Menores

Testemunhas de Jeová e a Pedofilia - Regra de Duas Testemunhas (Reprodução)
Vários indivíduos, tribunais e mídia em todo o mundo levantaram preocupações sobre a maneira como os casos de abuso sexual infantil são tratados quando ocorrem em congregações das Testemunhas de Jeová. [1] Um estudo independente de 2009 na Noruega foi crítico de como as Testemunhas de Jeová lidavam com casos de abuso sexual infantil, mas afirmou que não há indicação de que a taxa de abuso sexual entre as Testemunhas de Jeová seja maior do que a encontrada na sociedade em geral. [2][3] A organização "abomina" oficialmente o abuso sexual infantil [4] [5] e declara que "a incidência desse crime entre as Testemunhas de Jeová é rara". [6]

As políticas de abuso infantil da Sociedade foram publicadas nas publicações das Testemunhas de Jeová, [7] [8] [9] [10] [11], embora diretrizes mais específicas sejam disponibilizadas apenas aos anciãos, ou mediante solicitação. Os comunicados de imprensa emitidos pelo Gabinete de Informações Públicas da Sociedade Torre de Vigia afirmam que, se uma pessoa acusada de abuso sexual repetidamente nega as acusações de sua vítima e não há outra testemunha do incidente, "os anciãos não podem agir dentro da congregação naquele momento", mas reportaria às autoridades se exigido pelas leis locais. [12] [13] [14] [15] [16] Em 2015, foi divulgado que o Ramo das Testemunhas de Jeová na Austrália tinha registros de 1.006 supostos autores de abuso sexual infantil, relacionados a mais de 1.800 vítimas desde 1950, nenhuma das quais relatada à polícia pela igreja ou organização. [17] [18] 

Alguns meios de comunicação e tribunais relataram que as Testemunhas de Jeová empregam políticas organizacionais, que o grupo diz serem "baseadas na Bíblia", [19] [20] [21] que dificultam a denúncia de abuso sexual para os membros. [22] [23] [24] [25] [26] Algumas vítimas de abuso sexual disseram que foram ordenadas pelos anciãos locais a manterem silêncio para evitar constrangimentos ao acusado e à organização. Os membros são informados de que têm todo o direito de denunciar crimes às autoridades seculares, e, separadamente, denunciar o "pecado" aos anciãos da congregação. [27] [28] [29] [30]

Em 2002, o Escritório de Informações Públicas das Testemunhas de Jeová publicou sua política para os anciãos denunciarem alegações de abuso infantil às autoridades apenas quando exigido por lei, mesmo que houvesse apenas uma testemunha. [31] A organização diz que indivíduos conhecidos por terem abusado sexualmente de uma criança geralmente são proibidos de assumir qualquer cargo de responsabilidade e que, a menos que os anciãos da congregação considerem que demonstram arrependimento, essa pessoa normalmente é desassociada. [32]

Em 2016, um juiz do Reino Unido confirmou uma decisão contra as Testemunhas de Jeová por não proteger uma vítima de abuso sexual infantil, e a suprema corte rejeitou uma tentativa da Sociedade Torre de Vigia de bloquear uma investigação da "Comissão de Caridade para Inglaterra e País de Gales" sobre como a instituição de caridade lidava e lida com alegações de abuso. Foi o culminar de dois anos de procedimentos legais em cinco cortes e tribunais diferentes. O advogado da comissão disse que "o WTBTS (Watch Tower Bible and Tract Society) sempre desafiou incansavelmente a base jurídica e o escopo do inquérito da Comissão de Caridade". [33] [34]

Em 2019, os anciãos da organização na Nova Zelândia foram instruídos a destruir documentos, fazendo com que os sobreviventes de abuso sexual de crianças temam que os casos sejam encobertos. A organização sustentou que documentos relevantes para casos de abuso não seriam destruídos. [35]

Fonte 1:

https://en.wikipedia.org/wiki/Jehovah%27s_Witnesses%27_handling_of_child_sex_abuse

Fonte 2: 


https://pt.wikipedia.org/wiki/Testemunhas_de_Jeov%C3%A1_e_abuso_sexual_de_menores

Referências:

[1]
 https://www.theguardian.com/society/2016/aug/12/jehovahs-witnesses-under-pressure-over-handling-of-sexual-abuse-claims

[2] 
https://bokelskere.no/bok/jehovas-vitner-en-flerfaglig-studie/189242/

[3] 
https://www.goodreads.com/book/show/51091996-jehovas-vitner-en-flerfaglig-studie

[4] https://www.childabuseroyalcommission.gov.au/media-releases/report-jehovahs-witness-organisations-released

[5]
 https://www.childabuseroyalcommission.gov.au/sites/default/files/file-list/Case%20Study%2029%20-%20Findings%20Report%20-%20Jehovahs%20Witnesses.pdf

[6] 
https://web.archive.org/web/20071124024433/http://www.jw-media.org/region/global/english/releases/beliefs_practices/071121.htm

[7] 
https://wol.jw.org/en/wol/d/r1/lp-e/1977167

[8] 
https://web.archive.org/web/20100613062114/http://watchtower.org/e/19970101/article_01.htm

[9] 
https://web.archive.org/web/20100612193514/http://jw-media.org/aboutjw/jwb02e.htm

[10] 
https://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1997003

[11] https://web.archive.org/web/20100612203125/http://jw-media.org/aboutjw/jwb02e.pdf

[12] 
https://web.archive.org/web/20100612193332/http://www.jw-media.org/aboutjw/article23.htm

[13] 
https://web.archive.org/web/20091123144858/http://www.jw-media.org/aboutjw/article23.htm

[14] 
https://web.archive.org/web/20020602103420/http://www.jw-media.org/releases/background.htm

[15] 
https://web.archive.org/web/20021201090350/http://www.jw-media.org/releases/bg_molestation.htm

[16] 
https://faithleaks.org/wiki/documents/d/d7/20020711LTC_bi.pdf

[17] 
https://www.childabuseroyalcommission.gov.au/sites/default/files/file-list/Case%20Study%2054%20-%20Opening%20address%20-%20Institutional%20review%20of%20the%20Jehovah%27s%20Witnesses%20-%20Sydney.pdf

[18] 
https://web.archive.org/web/20181114142052/https://www.childabuseroyalcommission.gov.au/sites/default/files/file-list/Case%20Study%2054%20-%20Opening%20address%20-%20Institutional%20review%20of%20the%20Jehovah's%20Witnesses%20-%20Sydney.pdf

[19] 
https://www.revealnews.org/blog/jehovahs-witnesses-double-down-on-scripture-used-to-ignore-abuse/

[20] 
https://www.facebook.com/notes/desperta/testemunhas-de-jeov%C3%A1-refor%C3%A7am-uso-de-passagem-das-escrituras-para-ignorar-abusos/681310588733648/

[21] https://www.jw.org/pt/biblioteca/videos/#pt/mediaitems/StudioMonthlyPrograms/pub-jwb_201711_1_VIDEO

[22] https://www.huffpostbrasil.com/entry/jehovahs-witness-child-sex-abuse_n_6705852?ri18n=true

[23] 
https://www.cbsnews.com/news/another-church-sex-scandal/

[24] 
https://www.christianitytoday.com/ct/2001/march5/11.23.html/

[25] https://web.archive.org/web/20130503025231/http://sgp1.paddington.ninemsn.com.au/sunday/cover_stories/article_1920.asp?s=1

[26] 
http://news.bbc.co.uk/2/hi/programmes/panorama/2119903.stm

[27] 
https://web.archive.org/web/20030212023539/http://jw-media.org/region/global/english/backgrounders/e_molestation.htm

[28] 
https://web.archive.org/web/20030628035812/http://www.jw-media.org/region/europe/britain/english/releases/beliefs_practices/bri_e020714.htm

[29] 
http://www.silentlambs.org/education/stpetearticle.htm

[30] 
https://web.archive.org/web/20150311104819/http://www.sptimes.com/2002/08/22/Floridian/Spiritual_shunning.shtml

[31] http://news.bbc.co.uk/2/hi/programmes/panorama/2124380.stm

[32] https://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1998563#h=19

[33] https://www.gov.uk/government/organisations/charity-commission

[34] https://en.wikipedia.org/wiki/Charity_Commission_for_England_and_Wales

[35] https://www.stuff.co.nz/national/116681237/royal-commission-jehovahs-witnesses-elders-told-to-destroy-documents
VerOcultarComentários
Cancel