-->

Coronavírus: Testemunhas de Jeová, mostram ser uma instituição de 'assistência e caridade'?

Sede mundial das Testemunhas de Jeová em Warwick, Nova York - Estados Unidos. (Jw.org/Reprodução)
Quanto doou a Torre de Vigia para a saúde emergencial na Itália e em outros Países? Pois, até agora, sabemos apenas que fundos arrecadados pelas 'congregações, assembleias e congressos' foram usados apenas ​​para comprar contas Zoom para continuar a doutrinação.

Desde o início da epidemia de coronavírus Covid-19 na Itália, testemunhamos inúmeras iniciativas de caridade e angariação de fundos em favor da emergência para com os cuidados de saúde. Por exemplo, alguns outros órgãos religiosos fizeram a sua parte doando, veja:

- A União Budista Italiana doou 3 milhões de euros (metade para a Proteção Civil).

- A Igreja Católica doou mais de 200 milhões de fundos, além de outros fundos de caridade 'comuns'.

- As Igrejas Valdenses alocaram 8 milhões de euros .

- A Igreja Batista doou 25% das suas ações de 2020.

- Associações islâmicas abriram coleções e doaram máscaras. Todos são livres para usar doações como acharem melhor e não queremos 'fazer contas nos bolsos dos outros'. No entanto, a posição das Testemunhas de Jeová (TJ) nesse sentido é singular. 

Em frente ao Estado Italiano, eles são reconhecidos pelo Estatuto da Congregação Cristã das Testemunhas de Jeová. Veja a natureza do corpo religioso no artigo 1º: "A Congregação é uma instituição religiosa e de culto, educação, assistência social e caridade, com o objetivo essencial de religião e de culto." A mesma Congregação afirma em seu Estatuto oficial que é uma instituição de "assistência e caridade".

Em suas publicações, eles costumam apontar que parte das doações dos fiéis é destinada a um fundo para operações de resgate ou de socorro (emergência). Em uma delas, o Ministério do Reino de Julho de 2000, na parte Anúncios (para a Itália) disse: "Se você deseja contribuir para financiar o envio de ajuda humanitária, pode enviar suas contribuições à Congregação Central que, a esse respeito, possui um fundo especial de ajuda". 

Como este fundo é usado em um momento trágico como este, onde há tanta necessidade de ajuda humanitária de e em várias frentes? Até o momento, nas comunicações oficiais no site das Testemunhas de Jeová, JW.org, não há vestígios de qualquer iniciativa de caridade em relação à emergência do coronavírus, nem na Itália nem no resto do mundo. Mas, em 3 de abril, chegou uma comunicação interna reservada aos pastores (anciãos) da comunidade (https://docdro.id/fu1ZAAB).

A carta começa assim:

"Muitos corpos dos anciãos decidiram usar o Zoom para realizar reuniões congregacionais durante a pandemia do COVID-19. Levando isso em conta, a organização usou fundos destinados a operações de resgate para comprar diferentes contas de Zoom que as congregações poderão usar neste período crítico em nível global."

Em resumo, a carta explica que os fundos destinados às operações de resgate foram usados para comprar contas da plataforma de videoconferência Zoom, para permitir que os seguidores das Testemunhas de Jeová continuem realizando suas reuniões.

Não há menção de doações à Proteção Civil, unidades de terapia intensiva dos hospitais ou compras de grandes quantidades de EPI´s a serem enviadas aos seus seguidores.

De todos esses fundos, pedimos à Congregação Cristã das Testemunhas de Jeová respostas a estas 3 perguntas:

- Quantos foram empregados para esta emergência sanitária, que é a mais grave da história na Itália e em outros Países?

- Quantos destes foram destinados a hospitais, máquinas médicas ou proteção civil?

- E além da emergência contingente, é ético usar fundos de doação destinados a operações de resgate para a compra de contas de plataforma de videoconferência com o único objetivo de continuar a doutrinação?

Porque, no final, será legítimo perguntar se é suficiente escrever em um estatuto para ser uma instituição de 'assistência e caridade' para receber milhões de euros do Estado e então ter toda a liberdade de desconsiderar o que foi declarado.

Referências:

VerOcultarComentários
Cancel