Google vê aumento de 350% nos sites com Phishing durante a pandemia de COVID-19

Sede do Google, Vale do Silício, na cidade de Mountain View na Califórnia. (Reprodução)
Os hackers tentaram tirar proveito da crise do coronavírus, com um novo relatório revelando um aumento de 350% nos sites de Phishing nos últimos três meses.

A Atlas VPN reuniu o número de sites de phishing detectados pelo Google e os comparou. 

Em Janeiro, o Google registrou um total de 149.195 sites de phishing ativos, de acordo com o relatório. Esse número aumentou para 293.235 no mês seguinte. Ao analisar Março versus janeiro, o número total de sites de phishing disparou 350%, atingindo 522.495

Milhares de sites maliciosos estão sendo criados diariamente. 

Rachel Welsh, COO da Atlas VPN, explicou por que o número de sites de phishing aumentou drasticamente durante o surto de COVID-19. 

“Acredito que os hackers identificaram o coronavírus como algo que os usuários estão desesperados para encontrar informações. O pânico leva ao pensamento irracional e as pessoas esquecem o básico da segurança cibernética. Os usuários então baixam arquivos maliciosos ou tentam comprar itens sob demanda em sites não seguros, resultando em vítimas de fraudes ", afirmou Welsh em comunicado à Fox News. 

Como mais pessoas passam o tempo online enquanto estão em quarentena em casa, hackers e cibercriminosos podem tirar proveito da pandemia de coronavírus.

Referências:



VerOcultarComentários
Cancel